10 de julho de 2014

Somos sete biliões, e não somos nada

Photo de Randy Olson para a NG

Sete biliões de pessoas, homens, mulheres, crianças, caminham a Terra. Cada vida é a mais importante para quem a vive, ou a dos filhos, ou a dos pais, ou as de quem ama. Cada vida com a sua necessidade, o seu desejo, o seu sonho. Seja a sobrevivência, o amor, a obra, ou tudo. Sete biliões arrumam sem qualquer esforço o lugar que ocupamos no mundo.