22 de junho de 2013

xxiii - Ces petits riens

i - C´est quoi choisir? Às vezes, pergunto-me: mas o que raio faço eu aqui? Qualquer que seja o "aqui". O que vale é que me lembro logo: também fui eu que fiz o "aqui" e somos os dois impermanentes por natureza. Um "aqui" só é permanente por decisão, porém é sempre auto-limitado já que a sua maior amplitude potencial é enquanto a vida dura. Agora lembrei-me de David Mourão Ferreira: Que dúvida Que dívida Que dávida/Que duvidávida afinal a vida