28 de março de 2016

Idiota útil

O IDIOTA ÚTIL
O idiota útil, institucional,
de uns é corrimão,
upa upa promoção,
nas páginas do seu jornal;  
de outros é negativa, adversativa,
não sabe e isso é lenha criativa,
em cada omissão, em cada não,
não sabe e é o bem que faz,
ou não calava ou não diria,
mas porém contudo todavia.
Pela parte que me toca, ó idiota, obrigada.
O idiota útil, institucional,
tem este poder todo,
nas páginas do seu jornal,
é tapete e é muro,
é o fraco e é um duro,
bem nos lixaria se déssemos crédito
à sua grandíssima falta de mérito.
O idiota útil, institucional,
tem valor papal
nas páginas cativas do seu jornal,
e pela parte que me toca, ó idiota, obrigada,
antes tu que eu: esse exercício papal
a qualquer tenrinho seduziria  
para as páginas do teu jornal.