11 de novembro de 2014

Escrever

ESCREVER
- poema ao labirinto -

Hoje entrei no labirinto de Borges:
troquei o medo de me perder
pelo desejo de encontrar o livro
que estou a escrever: como poderia
fazê-lo se o texto e todas as suas variações
não estivessem perfeitamente indexadas
e acessíveis no centro da estante?, ali
mesmo, no meu plexo solar,
onde o mar se expande e a espuma me
toca os passos e humedece os tacos
do corredor da biblioteca.