15 de outubro de 2014

ANDO NISTO

HOJE  VI
coisas de Adrián López Crego. Fotógrafo, motion designer. Quando  A.L. Crego encontra a peça de arte urbana e a passa para formato gif, ela renasce neste virtual país das maravilhas onde também já residimos. Sobre o trabalho de um artista de rua faz uma animação e temos as paredes vivas no ecrã da nossa sala de trabalho – o mundo de lá de fora ao alcance dos olhos dentro, e isso é feliz. Descobri-o aqui: bom vento e bom casamento.
(Se seguir o link supra, verá o que está sub como eu vi, não sei plasmar os bonecos em movimento...)
E como não vi filme algum, nem vou ver, tenho numa fartura de trabalho para fazer, mostro o dvd que vejo mais vezes na vida, de manhã, ou se a manhã falha, a meio da tarde. Azarucho, não é cinema, é aula - está lá em baixo na photo. É o NYCB Workout.
HOJE LI
e vou continuar a ler. Como muitos, não consigo ler um livro: leio livros, sou uma serial reader. Ensaio, poesia, romance, crónica, outro ensaio. Resumindo:
1. Reli, da Poesia e Metafísica, de Eduardo Lourenço, Walt Whitman e Pessoa, num exemplar novinho, comprei-o no ano passado porque não sei onde enfiei o outro igual a este já com montes de anos;
2. Reli como folhas soltas versos de Todos os Poemas, de Ruy Belo, nos intervalos;
3. E estou a reler também as pouco mais de vinte páginas do capítulo 2, d´A Poesia do Pensamento, de George Steiner, mas acompanhadas dos fragmentos de Heráclito e Parménides que estão online  traduzidos do grego para o inglês, com notas e comentários. Romance, nicles, crónica só quando for dormir, mas ainda não sei qual nem de quem.
HOJE OUVI
Ah! non credea mirarti, com Callas e Antonino Votto no repeat. Faço isto do repeat muito. A maior parte das vezes com o tio Bach. E trouxe da estante Seasick Steve para ouvir ao café, depois de almoço, a pensar em nada e em coisa nenhuma. Nem lhe toquei. Enganei-me: não estava in a Seasick Steve state of mind.
 
Ps: é o meu lindo verniz novo!