31 de maio de 2014

Bonjour Mundo!

CLARIDADE
Como a madrugada 
promete a claridade 
nítida, orvalhada, 
onde a noite se despe em luz, 
assim atravessa a rua 
a voz nua da manhã 
e toda a sombra recua 
e toda a memória é vã