14 de janeiro de 2014

Espelho

Há quem atravesse desertos para saber quem é. Suba montanhas, desça ao fundo da noite. Não é preciso. É-se o que se faz. É-se o amor que se tem. Basta olhar e ver.