17 de maio de 2013

Do Senhor Cão para a Menina Gata

UM NAMORADO PARA A GATA DA NAMORADA SABEMOS DE QUEM

A Maria João não tem um cão
Não tem não
Talvez a culpa seja do namorado
Wittigenstein é lixado
É tudo palavreado lugar pensado
Sentimento arrumado em letrinhas
Um alter ego de alfabeto todo muito recto
Ora isso pede orelhas de gato
Agudas atentas bicudas agulhas
À rosa dos ventos porque
De tempos a tempos a João é a Alice
Sempre a cair não pode subir
Tomou o gato por coelho
E foi atrás dele - que havia de fazer
Se era o menino dela toca a correr
- Não é menino gato é Gata Menina
Corrige-me a mais que perfeita voz canina
- Obrigada Senhor Cão
- Então
Insiste o Cão
- E se déssemos um namorado
À Gata Menina da namorada sabemos de quem
Um gato letrado de facto e em fato e de laço
- Esta Gatinha é uma Princesa Menina
Tem de ser um Senhor Gato um Príncipe Filósofo também
- Pois está muito bem