16 de março de 2013

Porque hoje é sábado


POEMAS COM ADÉLIA PRADO DENTRO - iii
AI QUE HOMEM BOM...

Meu amor é homem bom
Muito fino e letrado - coisa
De homem safado. É danado
De in-te-lec-tual, veja só
Ele diz que carnaval
É de razão pro-ce-ssi-o-nal
Antiga, lá de um Portugal
Desfilante e ba-rro-co
Eu lhe respondo:
Deixe isso, benzinho
Tome uma água de côco
E espie o samba no meu pé:
Melhor que Santo em andor
Meu rebolado é que nem meu cozinhado
É de vixe Maria, Nosso Senhor…
Meu amor é homem bom
Muito fino e letrado
Me oferece livro encadernado
Bonito demais para usar
- Mas leia, querida, é Machado
Vais gostar, e lembrar de ti no olhar de Capitu
- Logo leio o filme no cinema, meu bem
Agora, vem, que quero ver o livro em tu.