19 de outubro de 2012

i - Para sempre. Ou talvez não.

DANCAKE
Ele:
- então, já decidiste?
Eu:
- em Las Vegas: tu de Elvis e eu de Priscilla com pestanas postiças e tudo. Boa? Depois, para compôr o ramalhete, podemos ir assistir a uma Celine Dion, acho que ela já lá não está, ou outro pavor qualquer igual, e tirar umas photos perto daquelas esculturas de gelo e ao pôr do sol. Enfim, tudo quanto há.
Ele:
- céus, mulher! não tens uma pinga de romantismo? Queres passar o dia a rir do próprio romance... O casamento é uma coisa séria, isso não é amor, é humor.
Eu:
- céus, homem! saíste-me cá uma flor do drama... O casamento é uma coisa séria, mas isto é só o dia do casamento, que nervos, vou já comprar um raio de um vestido DanCake em branco frigorífico a arrastar a cauda e uma burka, perdão, um mosquiteiro, perdão, um véu, antes que desmaies.