31 de outubro de 2012

i- Mundo Cão

Cão:
 - Das outras, sim, falam até à fábula. Mas da mulher amada, não. Nada. Percebo-os: também eu enterro o osso para o comer sozinho.